Cadastro de Produtos e Serviços



Objetivo - Manutenção (inclusão, alteração e exclusão) do cadastro de produtos e serviços processados pelo controle de estoques no módulo de Logística. Produto é qualquer item do estoque: matérias primas, mercadorias, materiais auxiliares, produtos intermediários e acabados.

Acesso - Cadastros / Suprimentos / Produtos


Código: Código do produto gerado pelo Genesis ou digitado pelo usuário, em função do parâmetro gerar código. O código é o principal identificador do produto. Se o código for alterado, o novo código é propagado para todas tabelas do sistema, inclusive dados históricos de compras, produção e vendas.

Numerador - Botão gerador de  números consecutivos para os códigos de novos produtos. O tamanho é definido na configuração.

Codificador - Botão gerador de números seqüenciais após digitação de parte de um código já cadastrado.

Exemplo: na inclusão de um novo produto, após a digitação das letras BIK no código, o botão gera o próximo seqüencial do produtos que começam por BIK. Se o último for BIK20, gera o BIK21. 

Origem: Define como o produto é obtido. Campo habilitado para empresas dos setores econômicos industrial e comercial assemelhado à indústria. Um produto pode ter uma das seguinte origens:

     C = Comprado

     F = Fabricado, produzido internamente a partir da estrutura do produto

     D = Duplo (Comprado ou Fabricado), é usado para produtos beneficiados em terceiros

     V = Virtual é usado na engenharia para facilitar a referência de conjuntos tipo kit, por exemplo, parafuso, porca e arruela.

            Os itens virtuais são omitidos na emissão das OPs.

Alterações de origem somente são permitidas quando não existem processos abertos na origem atual. Por exemplo, não é permitida alteração de origem "F" p/ "C", quando existe alguma OP aberta, ou quando o produto tem estrutura.

Descrição: Descrição do produto. Descrições duplicadas podem ser recusadas, por meio do parâmetro de descrição exclusiva. Usada como índice auxiliar na identificação do produto.


Grupo: Descrição e código do grupo de estoque definido na tabela de grupos. Para alterar grupo de itens em lotes, pode-se usar um comando SQL.

Classe: Define a classe fiscal do produto de acordo com a tabela de classes.

Código Comercial: Código auxiliar para definição do produto. Nos produtos comprados, pode ser usado para registrar o código do produto no fornecedor. Nos produtos fabricados (de venda), pode ser usado para registrar o código como o cliente define o produto. Usado como índice auxiliar na identificação do produto.

Código de Barras: Código de barras para leitura e gravação em etiquetas para identificação do produto. Usado como índice auxiliar na identificação do produto. Após o código pode-se definir o modelo do código de barras. Formação definida no cadastro do grupo do estoque.

Unidade de Estoque: Unidade de medida para controle de estoques e para engenharia do produto no módulo industrial.

Unidade de Compra: Unidade de medida para compra do produto. Se esta unidade for diferente do padrão do estoque, deve ser informada a taxa de conversão abaixo.

Conversão de Compra: Fator de conversão da unidade de compra para unidade de estoque, exemplo: estoque em peças (PC) e compra em quilos (KG). Conversão: 1 KG = 50 PC. Quando a unidade de compra for KG ou M2, o fator dever ser compatível com o Peso Líquido ou Área respectivamente.

Unidade de Venda: Unidade de medida para venda do produto. Se esta unidade for diferente do padrão do estoque, deve ser informada a taxa de conversão abaixo.

Conversão de Venda: Fator de conversão da unidade de venda para unidade de estoque, exemplo: estoque em peças (PC) e venda em caixas (CX). Conversão: 1 CX = 10 PC. Quando a unidade de venda for KG ou M2, o fator dever ser compatível com o Peso Líquido ou Área respectivamente.

Classe ABC: Mostra a classe ABC do produto, calculada no relatório Classificação ABC

Extra: Código antigo do produto. Pode ser usado na conversão do sistema antigo para o Genesis.

Cliente / Fornecedor / Fabricante: Este campo define o cliente específico de um produto fabricado ou o fornecedor principal de um produto comprado ou duplo. Caso o parâmetro Fabricante esteja ativo o usuário deve utilizar este campo para informar o fabricante do produto comprado. Para produtos sem vínculo a qualquer cliente ou fornecedor, deixar o campo em branco. Este campo é usado nos seguintes processos:

1. Geração de Requisições de Compra
2. Atualização de Preços
3. Atualização de Custos
4. Requisição/Pedido de Compra Automático
5. Lucratividade de Venda

Auto Reposição: Marcando essa flag caso o produto seja vendido e não tenha em estoque, o sistema cria uma requisição de compra automática para o mesmo.


Inativo: Marca que identifica produtos inativos. Produtos inativos não são aceitos nos pedidos de compra e venda.


Repetição: O botão  duplica os campos cadastrais na inclusão de novos produtos. Os campos das guias "Preços", "Controles" e "Industrial" também são duplicados.

Exclusão: O botão   fica inativo quando:
1. O produto tem alguma referência como: compra (pedido ou requisição), venda, ordem de produção, estrutura de produto ou roteiro de produção. Quando houver somente movimentos de estoque com saldo igual a zero  o botão fica ativo.
2. O usuário não é autorizado para excluir itens do estoque


Preços                                    Topo


Objetivo - Mostrar preços e custos unitários do produto e a tabela de preços de compra ou venda. Os preços e custos são unitários em relação à unidade usada no controle de estoque.

Acesso - Cadastros / Suprimentos / Produtos / Preços


Preço Venda: Preço de venda padrão do produto, normalmente preço à vista. O preço de venda pode ser atualizado automaticamente, sempre que houver atualização do custo de reposição ou preço FOB.

Preço FOB: Preço de compra ou venda, utilizado nas importações ou exportações, associado à moeda definida a seguir

Moeda: Utilizada no preço FOB do produto, obtida na tabela de moedas

Markup: pré-definido na tabela de markup e usado na formação de preço do venda.

Comissão: Comissão de venda do item. Este campo somente é visível quando o parâmetro comissão de venda estiver ligado.

Custo Reposição: Custo unitário de compra, para itens comprados, ou final de produção, para itens fabricados. Este custo pode ser digitado ou calculado pelo Genesis.

Custo Reposição Fixo: Flag que mantém o custo de reposição fixo, digitado pelo usuário. Quando desmarcado, a opção de atualização automática é definida na tabela de operações Neste caso, os custos dos produtos comprados são atualizados no recebimento de compras (Entradas), e nos produtos fabricados os custos são atualizados pelas opções de atualização de custos do módulo industrial, ou no botão na aba industrial do produto.

Custo Médio: Custo unitário médio ponderado, calculado pelo sistema durante as entradas no estoque se o parâmetro correspondente estiver marcado na tabela de operações. O custo médio é calculado pela fórmula:
Custo médio atual = [(saldo anterior * custo médio anterior) + (qtd entrada * valor entrada)] / saldo atual

Custo Padrão: Custo unitário do produto informado pelo usuário para itens comprados e calculado para itens fabricados pela opção de atualização de custos. Nos itens comprados este é um custo de referencia, expresso em unidades de compra e pode opcionalmente bloquear compras com preços unitários maiores que o custo padrão.

Validação: Vincula a tabela de descontos nos preços de venda em função dos volumes vendidos

 

Atualiza P.V.: Código que define se a atualização do preço de venda deve ser automática ou não. Caso sim, define o tipo de atualização do preço de venda. Este campo pode ser protegido por senha,   através das opções Senhas / Menus / Produtos / Atualiza P.V. Os códigos são:

    0 -> Atualização do preço de venda não é automática

    1 -> Preço de venda = Custo Reposição * Markup

    2 -> Preço de venda = Preço FOB * Markup * Câmbio do dia

    3 -> Preço de Venda = Custo Reposição * Fator Remarcação do fornecedor

 

Produto Específico: Se marcado, usará a tabela abaixo (Tabela de Preços) para definir um cliente exclusivo para aquele produto. Sendo assim, ao incluir um pedido no Genesis ou no G-Commerce contendo esse item será exibida a mensagem “Este item só pode ser vendido para o cliente XXXX, caso este item esteja com o Flag marcado e tenha um cliente definido.


Tabela de Preços

Define tabelas de preços para o produto ou preços específicos para clientes ou fornecedores. Aplicações: Preços de venda diferenciados para clientes, ou manutenção de preços das últimas compras. Os preços desta tabela podem ser atualizados automaticamente na confirmação de pedidos e recebimento de compras, em função de parâmetro.

Client / Fornec: Nome fantasia do cliente ou fornecedor, opcional. Campo utilizado para sugerir preços específicos para clientes ou fornecedores. Se utilizar esta opção, o campo Tab abaixo deve ser zero.

Tab: Código da tabela de preços. Campo utilizado para sugerir preços de tabela para clientes cadastrados com o mesmo código. Sugestão: Use códigos 1, 2, 3,..., até 99. Esta opção só deve ser utilizada se o campo Cliente / Fornecedor estiver em branco.

Preço: Preço sugerido do item nas vendas aos clientes ou compras dos fornecedores.

M$: Sigla da moeda

Un: Campo opcional para unidade de medida Kg ou M2

D.Max: Desconto máximo nos itens vendidos permitido ao cliente

Critério: Opção para definir um código de produto diferenciado (critério) p/ o cliente / fornecedor. O critério é utilizado com o parâmetro descrição especial, podendo ser o mesmo critério para clientes difernetes.

Observação: Campo livre para registro de observações.

CFOP: É utilizado no recebedor de XML para sugerir a CFOP do item comprado.


Botões

 O botão Repetição, usado na inclusão de um novo item, não duplica os dados da Tabela de Preços

 Histórico de Preços: Abre a tela que mostra a evolução dos preços de venda e custos de reposição do produto.


Controles                                    Topo


Objetivo - Definir os parâmetros usados na Logística de reposição dos estoques. Estas informações são estratégicas para o dimensionamento dos estoques em quantidades e valores.

Acesso - Cadastros / Suprimentos / Produtos / Controles


Posição

Saldo Atual: Quantidade total disponível em unidades de estoque do produto. O saldo é atualizado automaticamente na confirmação das entradas de compras, entregas de produtos vendidos, transferências e apontamentos de produção.

Pedidos: Quantidade total pedida através de requisições de compra (RC),  pedidos de compra (PC), e ordens de produção (OP). Este campo mostra a previsão total de entradas no estoque para o item.

Reservas: Quantidade total de unidades reservadas para atender pedidos de venda e ordens de produção. Este campo mostra a previsão total de saídas do estoque para o item.

Processo: Quantidade de unidades em processo de produção, transferidas por meio das opções de transferências para produção.

Saldo U2: Saldo alternativo na unidade de estoque 2. Utilizado para controle de estoques em 2 unidades de medidas (KG e PC por exemplo).

Obs: O botão Repetição , usado na inclusão de um novo item, não duplica os dados deste quadro, Posição do Estoque.


Estoques

Segurança: Nível de estoque para compensar atrasos no fornecimento ou consumo maior que a média diária, durante o período de reposição. Para itens 'bem comportados' este nível pode ser zero, para itens com flutuação de demanda ou fornecimento, deve-se estimar o estoque de segurança em função do nível de atendimento desejado durante o período de ressuprimento.

Mínimo: O estoque mínimo, também conhecido como ponto de reposição, é usado nos processos de reposição dos estoques quando o saldo for igual ou menor ao estoque mínimo. Este valor pode ser determinado pelo usuário ou calculado pelo Genesis.

Máximo: Normalmente o estoque máximo é igual à soma do estoque mínimo com o tamanho do lote padrão. Este valor pode ser determinado pelo usuário ou calculado pelo Genesis.

Check Box:  Ao lado dos estoques mínimo, máximo e segurança existe um check box, que quando marcado indica que o valor do campo correspondente é fixo, e não é alterado pelo sistema na atualização dos níveis de reposição. O check box mínimo também controla o lead time, e o check box máximo controla também o tamanho do lote na atualização dos parâmetros de reposição de itens comprados.

Local: Local fixo de armazenamento do produto, como por exemplo: 02-05-10, pode representar o local no corredor 02, prateleira número 05 e vão número 10. Pode ser atualizado na contagem do inventário.


Prazo Entrega: Prazo de entrega em dias, do fornecedor para itens comprados (origem C ou D p/ beneficiamento externo), ou do setor de produção para itens fabricados (origem F ou D p/ fabricação interna).

Reposição (LT): Lead time (tempo de reposição) em dias utilizado no planejamento de compras e produção e na previsão de entrega das vendas. O Lead Time é o tempo total entre a requisição do item e sua disponibilidade no estoque. Normalmente este tempo é a soma do prazo de emissão do pedido (compra ou produção), acrescido do prazo de entrega acima e do tempo de inspeção de qualidade. Nas vendas, o lead time é utilizado para determinar a data prevista de entrega do produto. No planejamento (MRP), o lead time é utilizado para determinar a data de emissão de pedidos de compra e ordens de produção. Produtos com roteiro de produção têm o lead time calculado em função dos tempos previstos nos setores de produção.

Proporcional: Identifica se o tempo de reposição é fixo ou proporcional ao tamanho do lote. Com a opção desmarcada, o lead time é fixo, independe do tamanho do lote. Com a opção marcada, o tamanho do lote é muito importante, pois o lead time depende do lote e pode assumir valores enormes, por exemplo, para uma reposição de 7 dias Proporcional, com Lote = 1, uma requisição de 50 peças tem lead time de um ano (7 * 50 = 350 dias).

Classe ABC: Classe de valor relativo do item no estoque. Esta classificação é calculada pelo Genesis através da opção Classe ABC.

Lote: Tamanho do lote de compra ou produção em unidades de medida, e Tipo do Lote. O Genesis sugere o Tamanho do Lote = Estoque Máximo - Estoque Mínimo. Quando o lote for zero é sugerido o valor 1. O Lote e é utilizado no cálculo do custo unitário do produto para ratear o custo de preparação, e também como opção de planejamento de quantidades.

Os Tipos de Lote são:

      Padrão: Lote mínimo de compra ou produção, por exemplo, se o lote for de 100 unidades, para uma necessidade de 20, será programado 100 unidades, para necessidades acima de 100 será programado o mesmo valor.

    Múltiplo: Lote múltiplo, por exemplo, se o lote for de 100 unidades e a necessidade de 101 unidades, o Genesis programa 200.

O Genesis possui função para cálculo do lote econômico de produção.

Consumo Médio: Quantidade média diária consumida pelo produto. Esta quantidade deve ser atualizada periodicamente.

Desvio Padrão: Informa se a média diária é significativa ou não. Desvio padrão pequeno indica ocorrências próximas à média. Desvio grande indica dispersão, isto é, média pouco significativa. Desvio zero indica todas ocorrências iguais à média. O desvio padrão é utilizado para determinar o estoque de segurança na atualização dos níveis de estoque.


Atributos                                    Topo

Expedição

            


Objetivo - Definir as características físicas dos produtos cadastrados nos estoques.

Acesso - Cadastros / Suprimentos / Produtos / Atributos


Peso Líquido: Peso líquido do produto em Kg, é usado na emissão da nota fiscal de saída no cálculo do peso.

Peso Bruto: Peso bruto do produto em Kg, deve ser igual ao peso líquido mais o peso da embalagem, quando houver. As embalagens devem ser cadastradas em grupos apropriados.  Pode ser digitado ou atualizado pela engenharia.

Volume: Volume do produto em M3, é somente descritivo.

Embalagem: Quantidade de unidades do produto por embalagem ou contendor (BIN), utilizada em:

    1. na emissão de etiquetas

    2. no cálculo do campo volumes do faturamento e expedição

    3. na sugestão de transferência independente de materiais para processo

    4. na geração de lotes de identificação de materiais.

    5. na lista de separação por bins 

Emb Master: Quantidade de embalagens por embalagem master na unidade de venda.

Exemplo: Um produto comporta cinco unidades por embalagem, e dentro da sua embalagem master ele comportar 10 embalagens.
Sendo assim no campo embalagem seria cadastrado contendo o valor '5' e no campo embalagem master seria cadastrado contendo o valor '10'.
Totalizando no final uma embalagem master com '50' unidades do produto em questão.

C. Barras Master: Código de barras Master.

Fato Emb: Fator de embalagens na emissão da etiqueta, define a quantidade de unidades por pacote.

Observação:: Os pesos líquido e bruto devem ser digitados para os produtos comprados, já os produtos fabricados podem ter estes pesos atualizados automaticamente pela estrutura de engenharia.

Campos Complementares: São campos criados pelo usuário na guia Complementos


Dimensão                                                   Topo

            


Família: Código da família comercial usada na formação da descrição do produto vendido e na previsão da demanda.

Grupo Fornecimento: Código do grupo de fornecimento usado nas cotações de compra em Excel. Este campo associa o produto a um grupo de fornecimento.

Check List: Listagem de tipo de pedidos de venda, para vincular um produto ao outro, pré cadastrados na tela de Verificação Dinâmica.

Cor: pré-definida na tabela de cores.

Largura: em M, somente p/ referência.

Altura: em M, somente p/ referência.

Área: Em M2, é sugerida na estrutura do produto quando unidade do componente é igual a M2.

Espessura: em M, é usada na atualização de preços.

Peso embalagem: Em quilos, é usado para cálculos industriais, no caso de produtos fabricados.


Prod. Assoc.                                                 Topo

            


Descrição: Descrição do produto associado.
Quant: Quantidade de itens do produto associado.


Complement                                                Topo

            


Descrição Complementar: Descrição complementar do item impressa na requisição / pedido de compras e ordens de produção

Conta Gerencial: Centro de custo utilizado para definir o critério de rateio do grupo, por exemplo, materiais auxiliares, no relatório de custo real detalhado. Este campo só deve ser informado quando os produtos do grupo pertencerem a um único centro de custos.

Campo Complementares: Campos complementares incluídos no produto, aparecem nessa parte do cadastro do mesmo.


FCI                                                                             Topo

            


Componente importado: Identifica que o produto possui componente(s) importado(s) e libera informações para cálculo de FCI.

Calcula FCI: Calcula o coeficiente (% CI) de participação da parcela importada nos itens identificados com componentes importados, e de origem F (fabricado) ou D (beneficiado).

         

A tela acima é para confirmação ou não, do cálculo de FCI, caso seja selecionado a opção 'Sim', o sistema trará a tela abaixo:

           

Onde terá de ser selecionado o período contábil (para cálculo da média da parcela importada do exterior e valor total da saída interestadual) e o item a ser calculado, caso item em branco calcula de todos os itens com componentes importados.

           

Após o calculo, o sistema mostra a opção de gerar ou não, um arquivo (Excel) com o resultado dos cálculos dos itens.

GTIN: Código GTIN (Numeração Global de Item Comercial), quando o bem ou mercadoria.

Valor comp: Valor da parcela importada do exterior, calculada pela média das importações do período do item (Base do II / Quantidade Importada)

Valor saída: Valor total da saída interestadual, calculada pela média das importações do período do item sem impostos.

Participação: Coeficiente do conteúdo de importação informado pelo contribuinte (% CI = (Valor da parcela importada do exterior / Valor total da saída interestadual)*100).
                       Caso % de produtos importados seja superior a 40% e a venda for interestadual a alíquota de ICMS será de 4%.

FCI Nº: Código da Ficha de Conteúdo de Importação - FCI, numeração retornada pelo Validador que deve ser incluída para impressão da NFe.

Revisão FCI: Data que foi calculado o FCI pela última vez.


Industrial                                                Topo


Objetivo - Definir os parâmetros usados pelos produtos no módulo industrial. Esta guia não é visível para tipo de empresa igual a Comércio ou Serviço.

Acesso - Cadastros / Comercial / Produtos / Industrial


Setor: Setor responsável pela fabricação do produto. Utilizado no controle de estoques em processo e no cálculo do prazo de entrega previsto para o produto.

Kanban: Identifica item de kanban na impressão da ordem de produção.

Tipo: Tipo de produto: PA = Prod. Acabado, PI = Prod. Intermediário, MP = Matéria Prima.

Inspeção: Identifica o setor de inspeção usado na verificação da qualidade do material. Quando informado, o Genesis gera transferência automática da quantidade recebida ou produzida para o setor de inspeção. Em branco, indica que o material não sofre inspeção de qualidade e é transferido diretamente para o estoque.

Desenho: Número do desenho do produto

Custo Processo: Custo do processo de industrialização (beneficiamento) para itens de origem D. Neste caso o custo do processo é atualizado na entrada de compra do produto industrializado. Custo de produção interna para itens de origem F, digitado pelo usuário.

Segurança: Fator de segurança em %, é acrescentado nas quantidades dos pedidos de venda, no processo de transferência para o plano mestre de produção. Este fator é útil quando se deseja produzir um % a mais que o pedido do cliente.

Tempo Produção: Tempo total de de produção, informado para o cálculo de atualização de preço.


Ferramental:

Custo: digitado pelo usuário e usado na formação do preço de venda.

Lotes: número de lotes para amortização do custo do ferramental  usado na formação do preço de venda.

Quantidade: quantidade de ferramentas usadas na alocação das unidades de trabalho (CRP).


Transferência: Identifica materiais com transferência para processo independente de demanda (kanban de reposição independente de produção).

Transformação: Indica que o produto sofre transformação automática na entrada de compras.

Demanda Especial: Identifica itens cuja demanda não pode consumir estoques de seus componentes. O PCP requisita todos componentes para fabricação destes itens, a menos que encontre saldos acima dos estoques máximos.


Requisição:

Compra: Requisição de compra  para origem dupla.

Produção: Requisição de produção para origem dupla.


Botõess

  Estrutura: Acesso à estrutura do produto

 Reposição: Atualiza custo de reposição do produto

 PreçoEmite formação do preço de venda em relatório ou excel.


Kanban                                    Topo


Objetivo - Definições para os parâmetros do tipo Kanban. Para que os campos dessa aba sejam liberados para alteração é necessário que o flag "Kanban" na aba Industrial esteja marcado.

Acesso - Suprimentos / Estoques / Base de Dados / Produtos / Kanban


Caixas:

Tipo Caixa: Tipo de caixa Kanban.

Sugere níveis de criticidade (vermelho, amarelo, verde)

Setor Origem: Setor de origem da caixa Kanban.

Qtd. Peças: Quantidade de peças na caixa Kanban.

Setor Destino: Setor de destino da caixa Kanban.

Qtd. Caixas: Quantidade de caixas do Kanban.

Código de barras: Identificação da caixa, sequencial gerado na impressão da etiqueta do produto.


Produção:

Vermelho: Campo livre.

Amarelo: Campo livre.

Verde: Campo livre.

Gera código de barras e imprime etiqueta de identificação de caixa Kanban.


Compras:

Número Recebimentos: Quantidade de recebimentos gerados no pedido de compra.

Período: Pode ser semanal, quinzenal, mensal, trimestral, semestral ou anual. Intervalo entre as datas de recebimentos de compra.

Dia Semana: Dia da semana que deseja receber o produto. Intervalo de segunda a sexta. Caso o dia da semana seja feriado, a data de entrega será o próximo dia útil.

Observação:  1.  A primeira data de recebimento será calculada pela data do pedido + leadtime do produto.
                       2. Será necessário alterar o parâmetro de suprimentos "Requisição automática" e no cadastro de produtos o Flag "Auto reposição" para que a requisição de compras seja gerada 
                           automaticamente quando o estoque atingir o mínimo.
                       3. A quantidade da requisição de compras será sempre múltiplo do lote, ou seja, mesmo que a necessidade do material seja menor que o lote, a requisição de compra terá no mínimo essa   
                           quantidade.
                       4. A primeira data de entrega será dividida proporcionalmente em todas as entregas, desde que não exista compra alguma já programada.
                           Caso exista, a primeira data de entrega será após a última data de entrega da compra programa já existente.


Ficha                                    Topo


Objetivo - Definições complementares do produto, como imagem e texto livre onde pode ser registrada a ficha técnica.

Acesso - Suprimentos / Estoques / Base de Dados / Produtos / Ficha


Ficha técnica: Campo livre.

Imagem: foto do produto que pode ser exibida em qualquer tela ou impresso, mediante solicitação de sua empresa. O botão procura é usado para pesquisar imagens nas suas pastas windows, e o botão amplia permite ampliação da imagem.

Após o carregamento da imagem, pressionar os botões: CTRL + J. E a mensagem abaixo será apresentada:

Recomenda-se utilizar imagens de tamanho pequeno, no máximo 50 KB, para não sobrecarregar o banco de dados.


Registro: data do registro do produto gravada automaticamente pelo Genesis.

Inibir Venda: Não traz produto na grade de vendas do Genesis nem no GCommerce.

Revisão: data da última revisão do cadastro atualizada automaticamente pelo Genesis.


Botões

Procura - Abre menu do windows para carregar mídia

Amplia - Abre menu do windows que permite maximizar a imagem


 Etiqueta - Emite etiquetas para identificação dos produtos. O modelo da etiqueta é definido na configuração

 Impressora - Emite listagem de produtos na tela ou impressora com opção de seleção por grupos.

 Pasta - Abre a pasta Windows (GED) para guardar documentos do produto.

 Certificados - Emite etiquetas para identificação dos produtos.

 Interditados - Abre a tela para interdição do produto. Permite alterar o motivo ou efetuar o cancelamento da interdição, botão 

            A interdição bloqueia a venda do produto, e exibe a mensagem "Produto inexistente, inativo ou interditado". O motivo da interdição é somente informativo, e pode ser: Engenharia, Preço, Qualidade, Ferramenta ou Desativado.

Interdição de produtos fabricados bloqueia as OPs emitidas e, nos produtos comprados, emite aviso de "Pedidos de Compra Abertos" para o item interditado.

Produtos fabricados são incluídos como Interditados com Motivo = Engenharia. A interdição deve ser eliminada após a inclusão da estrutura.

Será exibido uma mensagem abaixo se o item for componente de uma estrutura

 Consulta Lotes - Mostra a posição dos lotes do produto

           

 Almoxarifados - Mostra a posição dos saldos nos almoxarifados. O botão somente é visível para itens de grupos multi-almoxarifado. Esta tela também é visível no menu Almoxarifados

             


Observação

Alterações de códigos de grupos podem ser efetuadas por meio do comando SQL abaixo:
            

Para mais informações consulte construção de consultas SQL.


                                               Topo